Sem categoria

Profissão: Maquiadora + retrospectiva

Boa noite gente, tudo bem?
Eu costumo dizer que ser maquiadora não é só ir de um lado pro outro com uma maleta cheia de produtos, ser maquiador é pintar sorrisos. Literalmente. Pintar a alegria no rosto de cada cliente.
Não existe inveja entre um maquiador e sua cliente, muito pelo contrário, a intensão é sempre deixar a cliente muito mais bonita e querer de verdade que ela se sinta assim e vá radiante ao seu destino.
Me sinto responsável por essa felicidade. É a minha obrigação satisfazer, agradar e fazer sorrir.
E me sinto honrada ao fim de cada maquiagem, ver a gratidão e o sorriso no rostinho de cada mulher se olhando no espelho e dizendo: “Uauu” Sinceramente? Não tem preço. E me sinto mais honrada ainda em saber que vou ser lembrada pra sempre. É, sem demagogia. Pra sempre. Toda vez que maquio uma noiva , ou uma formanda, ou a melhor amiga do noiva que vai ser madrinha, ou seja lá qual foi o motivo que me procuraram para maquiar, vou ser lembrada pelas fotos que olharem no futuro dizendo: “eu estava linda”.
Preciso de mais? 🙂

Na minha infância eu amava usar os produtos da minha mãe (qual criança não gosta?rs) essa sou eu com 5 anos e usando batom vermelho. Acreditem, eu só ia pro colégio assim.

Na adolescência (por volta dos 14/15 anos, tive aquela fase rebelde sabe? de usar tênis, boné e só andar com meninos haha… aos finais de semana para sair eu colocava alguma maquiagem sim. Mas só lápis preto, rímel e gloss.

Quando completei 17 anos já era muito vaidosa, aquela fase moleque passou (ainda bem né rs) e eu já trabalhava, tinha  minha própria independência financeira (olha rs), e me joguei nas maquiagens, acessórios, sapatos e bolsa. Gente como eu era consumista.! Perua mesmooo hahaha

Foi com essa idade, 17 anos, que eu decidi me tornar maquiadora, e vi isso como profissão.
 Me lembro como fosse ontem, eu fazia muito bem maquiagem em mim,e pra sair com as amigas, eu acaba fazendo nelas também. Mas confesso que fazia com medo e totalmente sem jeito. E de tanto as amigas elogiarem e pedir que eu fizesse sempre make nelas, fui pegando prática e pegando gosto pelo negócio e vi que aquela paixãozinha de criança, voltou com tudo e despertou minha vontade em fazer dessa paixão minha profissão.
E tem dado muito certo, cada dia que passa eu estou mais apaixonada, mais empenhada, decidida que é disso que eu gosto, é o que eu melhor sei fazer e quero a cada dia mais me aperfeiçoar, me reciclar e viver de pintar sorriso. 😉
Ainda não consigo só viver (financeiramente $$) só da maquiagem, ainda. Trabalho de segunda a sexta, das 09h00 as 18h00 como qualquer outra pessoa, e faço maquiagens aos finais de semana.
Mas a cada dia que passa o meu trabalho com maquiagem tem sido muito reconhecido, estou ganhando confiança e conquistando o meu espaço aos poucos, mas eu chego lá!

E hoje, com 24 anos e muito mais madura, sei que tenho muito a aprender, mas a diferença é que sei como fazer isso. E aquela frase: ” Escolha um trabalho que você ame, e não terás que trabalhar um único dia em sua vida” tem feito muito sentido.

Espero que vocês tenham gostado da minha história, e que tenha ajudado a incentivar muita gente a batalhar pelo o que gosta e ser feliz com isso. Opte pelo o que faz os seus olhos brilhar!

E vocês, tem algum história para me contar? Deixem nos comentários e divide aqui com a gente!

Beijos grande!

Você também pode gostar...